Maconha reduz crises de enxaqueca, revela estudo

Maconha para enxaqueca? Funciona. Estudo feito no Colorado e publicado este mês na revista científica Pharmacotherapy acompanhou 121 pacientes com esse tipo de dor de cabeça forte durante 4 anos e 9 meses.
Cerca de 85% dos pacientes – 103 pessoas, precisamente – tiveram uma redução significativa na frequência dos episódios de enxaqueca. Apenas 2,5% (3 pacientes) relataram uma piora no quadro. A média de crises caiu de 10.4 para 4.6 por mês na amostra estudada.
Os pacientes geralmente usavam maconha fumada para tratar dores agudas, e a ingestão de alimentos com maconha era usada preventivamente.
Apesar do resultado positivo, os autores lembram que são necessários mais estudos para confirmar a eficácia da droga no tratamento da enxaqueca. Estudos mais detalhados, com variação de doses e grupo de controle, tomando placebo – “pílula de farinha”, usada para evitar o “efeito psicológico”.
No entanto, esse estudo não deve ser feito – pelo menos não nos EUA. O motivo é o mesmo que nos ajuda a entender porque tantos médicos podem dizer que não existem evidências suficientes sobre a eficácia da maconha para uma série de enfermidades: como a maconha ainda é uma droga proibida pela lei federal americana, este tipo de estudo é proibido naquele país – o que mais investe em pesquisas biomédicas do mundo.
É aquela coisa: a maconha medicinal é proibida porque não existem evidências suficientes, e não existem evidências suficientes porque ela é proibida. Quando este ciclo perverso vai ser quebrado?
Leia o resumo do estudo sobre maconha e enxaqueca aqui, nessa página da Pharmacotherapy. Ou leia aqui o artigo na íntegra.
Você é médico ou paciente e se interessou por essa notícia? Faça contato na página da Repense no Facebook.

Sobre Tarso Araujo

Jornalista e documentarista, é autor do livro [link=https://almanaquedasdrogas.com/sobre-o-livro] Almanaque das Drogas[/link], sobre a história, a ciência, a economia e política das substâncias psicoativas, e codiretor do documentário Ilegal, sobre a luta pelo uso medicinal da maconha no Brasil.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s