Começou o debate em Brasília

ImageComeça hoje o Congresso Internacional sobre Drogas 2013: Lei, Saúde e Sociedade, em Brasília. Serão três dias importantes para debater nossa atrasada política de drogas. O evento vai reunir especialistas brasileiros e internacionais em segurança, medicina, história, antropologia, e ativistas e políticos, gente que no governo ou fora dele faz alguma coisa para melhorar nossa estranha relação com essas substâncias que dão onda.

Os principais destaques são os convidados internacionais: Cesar Gavíria foi presidente da Colômbia no auge da briga entre os cartéis de Cali e Medellin, entre 1990 e 1994; o americano Ethan Nadelmann fundou a Drug Policy Alliance, é um dos principais ativistas da legalização da maconha e foi um dos principais artífices da campanha que levou à legalização da droga no estado americano do Colorado; e ainda tem uma palestra do basco Martim Barriuso, o cara que fez a Suprema Corte da Espanha dar o braço a torcer e tolerar a existência de clubes de cultivo de maconha para consumo compartilhado, modelo mais novo de legalização em curso no mundo (a história e o funcionamento desses clubes estão detalhados no Almanaque das Drogas).

Minha participação no Congresso vai ser hoje à noite, às 20h, mediando uma mesa-redonda sobre Drogas e Mídia com a participação de outros colegas de imprensa e jornalismo: Denis Russo Burgierman (diretor da revista Superinteressante e autor de “O Fim da Guerra”), Rodrigo McNiven (diretor do documentário “Cortina de Fumaça), Sylvia Morehtzon (professora de jornalismo da UFF) e Edson Luiz (repórter do Correio Braziliense).

No sábado, às 16h20, também acontece aqui perto a Marcha Nacional da Maconha. Organizadores das marchas de diversos lugares do Brasil vão aproveitar sua presença simultânea na capital federal para fazer uma manifestação unificada. Quem sabe assim se chama a atenção da sociedade para discutir nossas políticas de drogas, tema que deveria merecer a atenção de muito mais simpatizantes do que de usuários. Precisamos tirar esse atraso.

Aqui no blog e no Twitter do Almanaque (@almanaquedrogas) você pode acompanhar o que acontece de mais importante nas palestras, mesas-redondas e coffee breaks do Congresso. Se alguém quiser participar mandando suas perguntas, pode enviá-las por aqui, nos comentários.

O papo é sério, mas a gente pode se divertir. Participe. 😉

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Começou o debate em Brasília

  1. Lígia disse:

    por que 4i20, hein?!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s