Colômbia quer descriminalizar ecstasy. E Tchecos aprovam maconha medicinal

ecstasy_imagesProcessar alguém por uso de drogas é inconstitucional, segundo a Suprema Corte colombiana, desde o ano passado. O país acabou com o crime de porte de maconha e de cocaína para uso muito antes, ainda em 1994. Desde então, carregar 20 gramas de cannabis ou 1 grama de pó não é crime.

Só que em 2011 o Congresso local aprovou uma lei que retrocedeu na questão, permitindo a prisão de usuários. A medida caiu no judiciário, e continuou valendo a legislação que descriminaliza o uso, como contei ano passado aqui no blog. Mas restou o problema de distinguir usuários de traficantes.

No caso da maconha e da cocaína, a quantidade que diferencia as duas situações já está definida há quase 20 anos. Mas, no caso das drogas sintéticas, não existe nada. Esse é o tema do projeto de lei que o governo quer submeter ao Congresso, segundo Ruth Stella Correa, Ministra da Justiça colombiana. Ontem ela disse em entrevistas que a idéia é permitir a posse de até 200 miligramas ou 3 comprimidos de ecstasy e derivados de anfetamina. Não foi falado nada sobre LSD.

“Devemos aceitar que a Colômbia é um país consumidor, esta também é nossa realidade, e que não podemos colocar na prisão os consumidores, mas devemos atendê-los”, disse a ministra à rádio local Blu, acrescentando que o governo também pretende ampliar os programas de prevenção e a rede de atendimento a dependentes.

Enquanto isso, no Brasil, nossos políticos estão preocupados em internar pessoas contra a vontade e tentam aprovar projetos que endurecem penas contra usuários. Atraso.

E na República Tcheca…

O projeto que regulamenta o uso de maconha medicinal foi aprovado em nova instância do parlamento local. Agora só falta a sanção presidencial. Lá, a pena para portar até 15 gramas de maconha é uma pequena multa. Agora, quem sofre de câncer, esclerose múltipla ou mal de Parkinson poderá comprar e usar a droga como remédio, se tiver prescrição médica. Tem mais detalhes nessa matéria do Globo, que o querido João Sette me recomendou.

Enquanto isso, no Brasil, quem sofre dessas doenças paga caro para usar remédios com eficácia menor, e preço mais alto. Atraso.

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Colômbia quer descriminalizar ecstasy. E Tchecos aprovam maconha medicinal

  1. Pingback: Pílulas de drogas – Dênis na Colômbia, doideiras em Londres e policiais traficantes no Brasil | Almanaque das Drogas

  2. Keep up the great work , I read few articles on this website and I believe that your weblog is rattling interesting and contains lots of superb information.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s