Jogo de empurra

O presidente do México Felipe Calderón, que entrega o cargo após 6 anos de mandato em 1o de dezembro, apresentou hoje sua última mensagem ao Congresso.

Gabou-se de ter dado um prejuízo de 14,5 bilhões de dólares aos traficantes do país, entre apreensões de drogas e de meios de transporte. Não citou, porém, a conta de quanto dinheiro custou essa guerra.

Também não falou de outro custo: as quase 60 mil pessoas que morreram em conflitos de gangues e entre elas e militares. Não é o total de mortes por armas de fogo, é o total de mortes ligadas ao tráfico, exclusivamente.

Nessa hora muita gente pensa que “ah, bandido bom é bandido morto”. Sem pensar que, a cada “bondade” dessas, o trabalhador mexicano fica mais apavorado e inseguro com os seqüestros, chacinas e execuções que se tornaram lugar comum em qualquer cidadela do país.

No documento, Calderón ainda diz que “durante essa administração, o governo federal se comprometeu a recuperar a paz e a calma para os mexicanos”. Estranha paz, estranha calma. Tão estranhas que a população não acredita nelas: em agosto, uma pesquisa mostrou que 79% dos mexicanos acham que a situação do país piorou no quesito segurança, e que 36,5% deles consideram esse o principal problema do país.

E sabe o que acontece enquanto a guerra recrudesce por lá? Estoura a bomba por aqui. Desde que Calderón assumiu, o Escritório de Drogas da ONU tem observado que o volume de cocaína traficada via América do Sul para a Europa não para de aumentar.

O tráfico não acaba, só muda de rota. A demanda não acaba, só muda de droga – os americanos a fim de um high estão descobrindo coisas muito úteis e lícitas nas suas farmácias. E a guerra não acaba, só gera mais e mais guerra.

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s