Congresso uruguaio aprova legalização da maconha

Maconha legalizada no UruguaiO Congresso uruguaio acabou de aprovar, por 50 votos a 46, o projeto de lei que a casa recebeu da presidência ano passado propondo a regulamentação da venda de maconha no país.

Agora, o projeto vai ao Senado, onde o governo tem ampla maioria. Ou seja, a ideia provavelmente também vai ser aprovada lá. Aí só vai faltar a sanção presidencial. Como foi o próprio presidente José “Pepe” Mujica quem deu a ideia…

Esse dia vai entrar para a história das políticas de drogas. O Uruguai deu hoje o maior e mais difícil passo para se tornar o primeiro país do mundo a legalizar o comércio de maconha. Também seria o primeiro país a regulamentar completamente toda a cadeia produtiva da droga, do começo ao fim.

Na Holanda, existem os coffee shops, em que a venda ao consumidor é organizada por decreto. Mas a produção e venda em atacado são clandestinos. Colorado e Washington, nos Estados Unidos, provavelmente vão colocar seu comércio de maconha para funcionar antes do Uruguai, mas eles são apenas Estados.

A medida foi aprovada depois de um dia inteiro de debates acalorados e meses de polêmica. A maioria da população uruguaia (63%) ainda não concorda com a regulamentação da venda de maconha. E os deputados da oposição agora querem criar uma consulta popular sobre o projeto, tentando usar a opinião pública para impedir que ele entre em vigor.

Nos próximos anos, o mundo inteiro vai ficar de olho na experiência uruguaia. Se ela der certo, ou se pelo menos não trouxer nenhum grande prejuízo para a saúde pública, ela certamente será copiada. O 31 de agosto pode se tornar o primeiro dia do fim da proibição da maconha no mundo.

E se der errado? Bem, como o governo mesmo já explicou: se der errado eles ajustam as regras ou voltam atrás. Pelo menos eles poderão dizer que tentaram. Mas, pior do que está, é difícil que fique.

Leia aqui a matéria do El País, principal jornal Uruguaio, sobre a aprovacão do projeto.

Sobre Tarso Araujo

Jornalista e documentarista, é autor do livro [link=https://almanaquedasdrogas.com/sobre-o-livro] Almanaque das Drogas[/link], sobre a história, a ciência, a economia e política das substâncias psicoativas, e codiretor do documentário Ilegal, sobre a luta pelo uso medicinal da maconha no Brasil.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

8 respostas para Congresso uruguaio aprova legalização da maconha

  1. Pingback: Congresso uruguaio aprova legalização da maconha - smkbd - smkbd

  2. Pra quem lê a bíblia, isso ñ é nenhuma novidade, as profecias estão se cumprindo, no entanto, vão acontecer coisas piores ainda. A legalização da maconha vai estimular outras drogas, como a cocaína e outras mais, aí pronto !! Só Deus !!

  3. Se é algo natural ela veio para essa terra com alguma propósito, não foi necessariamente a relação da erva com a saúde que a fez ser proibida, leia, procure, interprete e questione! A realidade vai além da bíblia!!

  4. legalização da maconha já!

Deixe uma resposta para enio santo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s